Compartilhe

Prefeitos da Amunesc analisam orçamento em Assembleia Extraordinária

Publicado em 27/11/2019 às 14:39 - Atualizado em 28/11/2019 às 09:28


Créditos: Ariele Cardoso Baixar Imagem

Reunidos para a 2ª Assembleia Extraordinária do ano na Amunesc, os prefeitos da região analisaram nesta quarta-feira (27) o panorama financeiro da Associação para o fim do exercício de 2019 e deliberaram sobre a proposta orçamentária para 2020. O encontro aconteceu na sede da Amunesc foi conduzido pelo presidente da Associação e prefeito de Balneário Barra do Sul, Ademar Henrique Borges.

“Nós sabemos da qualidade dos serviços que nos são prestados hoje pela Amunesc e sabemos que se tivermos que reduzir o orçamento nós poderemos perder algumas destas assessorias, ao passo que se nós incrementarmos o orçamento também temos consciência de que poderemos ter ainda mais qualidade nestes serviços. Ao final, é isso o que estamos discutindo”, afirmou o prefeito Ademar.

A Escola de Gestão Pública Municipal de Santa Catarina (Egem) também foi tema da reunião. O secretário-executivo da Amunesc, Tufi Michreff Neto, repassou informações sobre a instabilidade da Escola, abordada na Assembleia Geral Ordinária da Federação Catarinense de Municípios (Fecam) e na 5ª Reunião do Colegiado de Executivos das Associações, realizadas nesta segunda e terça-feira em Florianópolis.

O presidente da Egem e prefeito de Rio Negrinho, Júlio Ronconi, detalhou os problemas enfrentados. Nas assembleias realizadas pela Fecam ficou definido que a manutenção da Egem se dará através de contribuição da Federação e das Associações. A Escola deverá passar também por uma reorganização das equipes e pela busca de redução de seus custos. Em unanimidade os prefeitos da Amunesc concordaram com a colaboração mensal à Escola.

Na pauta da reunião estava ainda a eleição do Conselho de Administração e Fiscal da Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento (Aris), para a qual a Amunesc deveria indicar um representante. Também unanimemente foi escolhido o prefeito Magno Bollmann, de São Bento do Sul.

Além disso, o secretário-executivo apresentou uma proposta de alteração do Artigo 48 do Estatuto da Amunesc, que dispõe sobre o rateio da contribuição feita pelas prefeituras. “A proposta será analisada pelas prefeituras e colocada em votação na próxima assembleia geral, que decidirá ainda como será composta a diretoria para 2020”, afirmou Tufi.

Estavam presentes na assembleia, além dos prefeitos de Barra do Sul, Rio Negrinho e São Bento do Sul, os prefeitos Rubens Blaszkowski, de Campo Alegre, Rodrigo Adriani Garcia, de Garuva, Renato Gama Lôbo, de São Francisco do Sul, e Marlon Neuber, de Itapoá. A prefeitura de Araquari estava representada por seu vice-prefeito, Ludgero Jasper Jr, e a de Joinville pelo Secretário de Governo interino, Marco Aurélio Braga.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar

Rua Max Colin, 1843, Centro, Joinville - SC
CEP: 89204-635